15 de Novembro de 2008

Há semanas estranhas, difíceis, que nos fazem questionar porque nos queixamos tanto quando temos tudo... Há pessoas sem essa sorte, que tinham tudo para ser felizes, tinham garra e alegria para combater tudo e todos, generosidade e triunfo espelhados no olhar, mas de repente... Puff... Como uma brisa, desaparecem sem terem tido tempo para deixar o seu legado...

É estranho pensar que podíamos (ou podemos) ser nós e ainda nos falta tanto para fazer, aprender e melhorar...

Este post é para ela, que conheci em circunstâncias pouco agradáveis, mas que são uma grande parte da minha realidade... Algumas semanas foram suficientes para criar laços e desejar que tudo passasse e voltasse a ser o que era, ainda que eu conhecesse muito pouco da sua vida... Mas conheci uma parte, certamente a mais difícil e, infelizmente, a única inultrapassável... Ajudei no que pude, sabendo-me pouco. Era apenas uma menina doce cuja perda me entristeceu a alma...

Ossos do ofício, diriam alguns, eu digo: nada acontece por acaso...

publicado por butterflywing às 00:56
sinto-me:
tags:
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog