15 de Novembro de 2008

Odeio-o! É mau, traiçoeiro... Vem sem esperar e leva a esperança... A esperança de uma vida cheia de coisas boas e momentos fantásticos... É mau com requintes de malvadez.... Odeio-o... Gostava de o arrancar com as minhas próprias mãos e queimá-lo, destruí-lo como ele destrói famílias, amores, vidas cheias, mas ainda por preencher...Odeio a forma como não deixa descansar quem batalhou uma vida para chegar à velhice,  descansar e gozar o pouco a que tem direito... Se eu mandasse ele não existia e eu... Eu podia ter que pedir nos semáforos da Praça de Espanha ou do Marquês... Não interessava, porque ele não existia e o anseio de que ele pudesse aparecer  já não tirava minutos, tão preciosos nesta curta passagem...

Por todos que ele levou e por aqueles que ainda levará o meu desejo é o de que a vida me dê forças e lucidez para escolher sempre a melhor palavra e o melhor gesto em cada momento, enquanto não for eu a escolhida...

publicado por butterflywing às 01:57
sinto-me: sad
música: "The Way I Am" - Ingrid Michaelson
tags:
Não quero saber de negativismos... bem sei que é uma profissão que exige tanto de ti a nível físico como psicológico (se calhar ainda mais a nível psicológico), mas também sei que tens força suficiente para aguentar esse peso. Pra cima, sempre para cima...* Adoro-te!
AM a 15 de Novembro de 2008 às 12:50
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog