18 de Julho de 2009

"Tenho livros e papeis espalhados pelo chão.
A poeira duma vida deve ter algum sentido:
Uma pista, um sinal de qualquer recordação,
Uma frase onde te encontre e me deixe comovido.

Guardo na palma da mão o calor dos objectos
Com as datas e locais, por que brincas, por que ris
E depois o arrepio, a memória dos afectos

Mmmmmm Que me deixa mais feliz.

Deixa-te ficar na minha casa.
Há janelas que tu não abriste.
O luar espera por ti
Quando for a maré vasa.

E ainda tens que me dizer
Porque é que nunca partiste...


Está na mesma esse jardim com vista sobre a cidade
Onde fazia de conta que escapava do presente,
Qualquer coisa que ficou que é da nossa eternidade.

Mmmmmmm Afinal, eternamente."

 

Filarmónica Gil

 

publicado por butterflywing às 15:57
música: Deixa-te ficar na minha casa
15 de Julho de 2009

Não vale a pena remar contra a maré... O melhor a fazer é deixar-mo-nos levar, fechar os olhos, sentir a onda e o sol quentinho no rosto e voltar a abrir os olhos só quando chegarmos ao local seguro...

Contrariar o que não tem volta a dar desgasta-nos, suga-nos e faz com as rugas apareçam. Não vale apena antecipá-las, a seu tempo chegarão...

 

E assim acabo a "piquena" dissertação de hoje...

 

publicado por butterflywing às 22:48
sinto-me: Estupidamente tranquila
tags: ,
11 de Julho de 2009

Carrie and SamanthaMiranda and Charlotte

Carrie, Samantha, Miranda and Charlotte

 

Momentos que valem a pena...

publicado por butterflywing às 16:32
sinto-me:
música: Sex and the City Soundtrack
tags: ,
05 de Julho de 2009

"Um espírito mesquinho é como um microscópio: aumenta as pequenas coisas, mas impede de ver as grandes..."

 

Philip Chesterfield

 

 

publicado por butterflywing às 22:01
sinto-me:
tags:
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog